Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Governo reconhece situação de emergência por queimadas no MS

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

O governo federal reconheceu no fim da tarde desta segunda-feira, 14, a situação de emergência no Mato Grosso do Sul em decorrência das queimadas que atingem principalmente a região do Pantanal no Estado em uma portaria publicada em edição extra do Diário Oficial da União. A portaria foi assinada pelo Ministério do Desenvolvimento Regional, comandado por Rogério Marinho, que tem tomado a dianteira no manejo da crise ambiental na região. Mais cedo, o governador do MS, Reinaldo Azambuja (PSDB), decretou emergência pelos incêndios que já atingiram ao menos 79 municípios do Estado na maior série de queimada das duas últimas décadas, de acordo com o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe).

Além da área devastada, que já ultrapassou 1,4 milhão de hectares, o decreto de Azambuja menciona também o aumento de atendimentos em unidades de saúde por doenças relacionadas à qualidade do ar. Com o reconhecimento, ficam dispensados de licitação contratos de aquisição de bens necessários às atividades de resposta ao desastre e de prestação de serviços e de obras relacionadas à operação, desde que possam ser concluídas em no máximo 90 dias, e autorizada a atuação de voluntários nas ações de resposta ao desastre e na realização de campanhas para angariar e distribuir doações a atingidos.