Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Governo se mobiliza e Fundeb fica para março

Gustavo Zucchi

Sem conseguir reduzir o porcentual de repasses federais na PEC do Fundeb, o governo se mobilizou para deixar a votação para março. Nesta terça-feira, 18, a relatora na comissão especial, deputada Professora Dorinha (DEM-TO), apresentou seu texto passando o repasse federal para o fundo de 10% para 20%. Na sequência, a deputada Chris Tonietto (PSL-RJ), pediu vista. Aos jornalistas, Tonietto admitiu que foi uma requisição do governo, além de um pedido pessoal para estudar o texto.

Comissão especial de avaliação do Fundeb

Comissão especial de avaliação do Fundeb Foto: Cleia Viana/Câmara dos Deputados

Na última segunda-feira, técnicos dos ministérios da Economia e da Educação estiveram em reunião com o presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e com parcela dos deputados. Apesar do governo admitir publicamente que o repasse poderia ser negociado até 15%, os técnicos requisitaram para o porcentual se manter em 10%. Com o pedido de vistas, a votação ficará, portanto, para o dia 4 de março, dando mais duas semanas para o governo tentar reverter o relatório de Dorinha.

Tudo o que sabemos sobre:

fundebMECChris Toniettopedido de vista