Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Governo vai ter de fazer dívida para sair da crise, avalia FHC

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

Na avaliação do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB), o governo federal terá de contrair dívida para financiar a retomada da economia a partir da saída da crise do coronavírus. O tucano vê como um caminho natural a necessidade de financiamento internacional e, com isso, o crescimento da dívida pública. Os comentários foram feitos nesta quinta-feira, 23, durante live organizada pela Associação Brasileira da Indústria do Trigo (Abitrigo).

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso Foto: Alex Silva/Estadão

“Esse governo foi eleito querendo implantar um programa ortodoxo, mas infelizmente a gente não faz o que quer no governo, faz o que pode. Agora, vai ter de gastar, vai ter de fazer dívida. E vamos precisar de ajuda internacional, porque não temos recursos suficientes no Tesouro”, afirmou.

Segundo FHC, a situação no mundo é negativa para o acesso a financiamento internacional, principalmente devido à posição do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, de “America First“.

Tudo o que sabemos sobre:

FHCcoronavírusgovernodívida pública