Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Greve geral à vista?

Equipe BR Político

A primeira reunião das seis maiores centrais sindicais do País após a eleição de Jair Bolsonaro (PSL) vai começar com um chamado de greve geral. O presidente da Força Sindical, Miguel Torres, defende a articulação de uma grande paralisação, a ser iniciada assim que o governo apresentar sua proposta de Reforma da Previdência, o que deve acontecer no início de fevereiro, segundo o Painel da Folha.

“Por enquanto está claro que será uma reforma para manter privilégios e prejudicar os mais pobres. Não tem condições de o trabalhador pagar o pato de novo”, diz Torres.

Tudo o que sabemos sobre:

sindicatosgreve geralJair Bolsonaro