Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Grupo de marcas de luxo anuncia doação de R$ 45,9 mi

Equipe BR Político

Não só o governo francês pretende doar dinheiro ao Brasil para ajudar no combate às queimadas criminosas, mas também o grupo privado LVMH, das marcas Louis Vuitton e Espumantes Chandon, cujo presidente, Davide Marcovitch, anunciou uma doação de 10 milhões de euros, ou R$ 45,9 milhões. “Presidente Rodrigo Maia, quero informá-lo que acabo de receber mensagens do grupo LMHV, que representa a Louis Vuitton e Chandon no Brasil, que vamos doar 10 milhões de euros para ajudar no combate às queimadas na Amazônia”, anunciou o francês em almoço oferecido pela Câmara de Comércio França-Brasil (CCFB), nesta segunda, 26, em São Paulo.

Mais cedo, Bolsonaro reagiu à intenção do presidente Emmanuel Macro de doar R$ 87 milhões ao Brasil. “Será que alguém ajuda alguém, a não ser uma pessoa pobre, sem retorno? O que ele está de olho na Amazônia?””.

Tudo o que sabemos sobre:

FrançadoaçãoLVMH