Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Grupo de trabalho rejeita prisão em segunda instância

Equipe BR Político

O grupo de trabalho que analisa o pacote anticrime do ministro Sérgio Moro rejeito por 7 votos a 6 a possibilidade de prisão após segunda instância, contrariando o relatório do deputado Capitão Augusto (PL-SP). Os deputados entenderam que seria necessário uma proposta de emenda à Constituição para instituir a prisão em segunda instância.