Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Guedes associa reajuste do salário mínimo a desemprego

Equipe BR Político

O ministro da Economia, Paulo Guedes, associou nesta quarta, 18, um eventual aumento do salário mínimo ao desemprego pelo “temor” do impacto da elevação sobre as contratações. “Temos receio de alimentar a máquina de desemprego se a gente fizer qualquer coisa que dificulte a geração de emprego”, afirmou. O trabalhador recebe R$ 1 mil, mas custa R$ 2 mil para a empresa, disse.

Ao criticar as políticas que preveem regras plurianuais de aumento salarial e classificá-las de “demagogia”, Guedes afirmou que isso significa “fingir” que amplia o salário, mas fomentar o desemprego, reporta o Broadcast Político. Conforme Guedes, o reajuste do salário mínimo será definido ano a ano. “Temos até 31 de dezembro para avaliar o salário mínimo. Não vamos fazer nada inconsequente”, completou.