Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Guedes cauteloso com Estados e municípios

Equipe BR Político

O ministro da Economia, Paulo Guedes, avaliou nesta quinta-feira, 10, que a reforma da Previdência foi bem sucedida e reforçou o compromisso do governo com o novo pacto federativo. O ministro participou do Fórum de Investimentos Brasil 2019, em São Paulo.“A Previdência foi a primeira grande reforma e o combinado é entrar no pacto federativo”. Como você viu aqui no BRP, o Congresso ameaçou atrasar a reforma nas aposentadorias até que fossem discutidas pautas relativas ao pacto, que beneficia Estados e municípios.

“A classe política já percebeu a importância do pacto federativo. Precisamos pegar recursos, como os da exploração de petróleo, e distribuir para federação, jogando para a base transformar em capital humano”, disse Guedes. Quando falou sobre a reforma tributária, o ministro também mencionou os governos estaduais e municipais. “A reforma tributária é importantíssima, mas não podemos por urgência fazer mal feita (…) Não podemos impor isso (reforma tributária) aos outros entes federativos. Temos que liderar pelo exemplo”, disse.

Segundo o Broadcast Político, Guedes também aproveitou para negar que exista uma crise política no governo. “Acordos políticos estão sendo costurados em bases orgânicas”, disse o economista, ressaltando que acredita que a Previdência será aprovada no segundo turno no Senado em mais duas semanas. “Nasceu uma nova política, extraordinariamente republicana”.