Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Guedes chama adiamento na CCJ de ‘resvalo’

Equipe BR Político

Para o ministro da Economia, Paulo Guedes, foi um “resvalo” dos parlamentares governistas o adiamento para a próxima terça-feira, 23, da votação da reforma da Previdência na CCJ da Câmara. Após participar de reunião com senadores, Guedes disse que o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, afirmou que “a coisa estava quase acertada”, mas que houve “pequenos desajustes” que Guedes atribuiu à falta de inexperiência dos deputados que apoiam o governo, informou o Broadcast Político.

“Tem um grupo que já estava mais estabelecido e conhece mais as práticas regimentais. Do ponto de vista político, já estava equacionado, houve um pequeno resvalo do grupo que estava lá e a coisa foi para terça-feira, mas com expectativa política de que será aprovada”, afirmou.