Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Guedes cuspindo marimbondos com relatório

Equipe BR Político

O ministro da Economia, Paulo Guedes, fez duras críticas nesta sexta, 14, ao relatório do deputado Samuel Moreira (PSDB-SP) para a reforma da Previdência. Contrariado, disse que será preciso redigir uma nova reforma daqui a 4 ou 5 anos. A retirada do modelo de capitalização do relatório, que ele chama de Nova Previdência, foi um dos pontos mais criticados. “Se sair só R$ 860 bilhões de cortes, o relator está dizendo o seguinte: abortamos a Nova Previdência e gostamos mesmo da velha Previdência. Cedemos ao lobby dos servidores públicos, que eram os privilegiados”, disse ele após participar de evento no Consulado-Geral da Itália, no Rio, informa o Estadão.

Até pouco tempo atrás, ele dizia que renunciaria ao cargo caso fosse aprovada uma “reforminha”. Não foi assim que ele avaliou o texto lido ontem na Comissão Especial da Câmara, mas passou perto.

Tudo o que sabemos sobre:

Paulo Guedes