Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Guedes diz que qualquer previsão sobre PIB ‘é chute’

Marcelo de Moraes

Exclusivo para assinantes

Em audiência pública no Congresso, o ministro da Economia, Paulo Guedes, minimizou as previsões de queda alta do PIB para este ano e chamou de “chute” essas avaliações. Ele citou o cálculo feito pelo Fundo Monetário Internacional (FMI), na semana passada, que afirmou que o PIB brasileiro deverá levar um tombo de 9.1% este ano. Para o ministro, é impossível fazer qualquer estimativa precisa neste momento e avaliou que a economia poderá até reagir melhor do que as previsões indicam.

O ministro da Economia, Paulo Guedes

O ministro da Economia, Paulo Guedes Foto: Dida Sampaio/Estadão

“Sobre o PIB, qualquer previsão de queda hoje, inclusive a do FMI, é chute”, afirmou nesta terça-feira, 30. “Nós somos um organismo vivo. Os parâmetros ficam instáveis. Da mesma forma que cada organismo individual reage de um jeito, uma economia, que é esse ser vivo enorme, ninguém tem a capacidade de prever hoje”, disse.

Para os parlamentares, Guedes citou que os dados de arrecadação já vêm melhorando, o que indicaria essa recuperação mais forte do que se prevê. “Por exemplo: a arrecadação, em abril, houve um total colapso. Em maio, ela já subiu dois dígitos em relação a abril. Em junho, nos primeiros 15 dias, já subiu mais do que em maio. E ontem, me dizia o secretário da Receita Federal, que a arrecadação esse mês já está acima do mesmo mês no ano passado”, citou. “Então, eu não diria hoje que o PIB do Brasil vai cair 9, 10%. Também não digo se vamos sair crescendo rápido. O que digo é que temos ainda a chance de fazer uma recuperação econômica bem mais rápida do que todo mundo está prevendo”, avaliou.

Tudo o que sabemos sobre:

Paulo GuedesPIBEconomiaFMI