Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Guedes: ‘Empregada doméstica indo pra Disneylândia. Peraí’

Equipe BR Político

O ministro da Economia, Paulo Guedes, reiterou nesta noite de quarta, 12, que o dólar baixo prejudica as exportações, que é melhor para “todo mundo” uma taxa de câmbio mais alta, mas a fala veio acompanhada de uma reclamação polêmica. “Não tem negócio de câmbio a R$ 1,80. Vou exportar menos, em função de importações, turismo, todo mundo indo pra Disneylândia. Empregada doméstica indo pra Disneylândia. Peraí”, afirmou ele no Seminário de Abertura do Ano Legislativo da Revista Voto, em Brasília. O dólar atingiu novo recorde nominal hoje, chegando a R$ 4,35.

O “Chicago boy” tentou minimizar a polêmica. “Vamos botar todo mundo para conhecer o Brasil. Eu, de vez em quando, quis dar o exemplo, mas falam: ‘ministro diz que empregada doméstica estava indo para  Disneylândia.’ Não. O ministro estava dizendo que o câmbio estava tão barato que todo mundo estava indo para a Disneylândia, até as classes sociais mais baixas. Todo mundo tem que ir para a Disneylândia conhecer Walt Disney, mas não ir três, quatro vezes ao ano, até porque, com dólar a R$ 1,8o, tinha gente indo três vezes ao ano.”

Transformou-se, na sequência, em conselheiro turístico: “Vai aqui pra Foz do Iguaçu, Chapada Diamantina, conhece um pouco do Brasil, conhece a selva amazônica e, da quarta vez, conhece a Disneylândia. Então é só isso que digo. Mudamos o mix”.

 

Tudo o que sabemos sobre:

Paulo GuedesDisneyemprega doméstica