Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Guedes, finalmente, entrega reforma tributária do governo

Gustavo Zucchi

Exclusivo para assinantes

Após inúmeros adiamentos, o ministro da Economia, Paulo Guedes, finalmente entregou parte das ideias do governo para a reforma tributária. “Fundamental ter uma reforma tributária que representasse o desejo do governo e o do Congresso”, disse o presidente do Congresso, Davi Alcolumbre (DEM-AP).

O ministro da Economia, Paulo Guedes

O ministro da Economia, Paulo Guedes Foto: Marcos Corrêa/PR

A proposta, como foi adiantado pelo Estadão, trata especialmente da unificação de dois impostos federais: o PIS e o Cofins. Ambos incidem sobre o consumo. Ficaram de fora temas mais “polêmicos”, como a mudança no Imposto de Renda e fusão de impostos estaduais. Estes, viriam em uma segunda fase, ainda sem data para acontecer.

No discurso após a entrega, Guedes frisou que o ritmo das reformas é ditado “pela política”. “Sempre confiamos em um Congresso reformista”. O ministro postergou por mais de um ano o envio do texto sobre as ideias tributárias do governo para o Congresso. A comissão que irá “acoplar” o projeto do ministro da Economia, entretanto, deve se reunir apenas em agosto, devido ao chamado “recesso branco” que deve entrar em vigor nos próximos dias.

 

 

Tudo o que sabemos sobre:

Paulo GuedesReforma tributária