Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Guedes não foi tão ‘amistoso’ com Carvalho

Equipe BR Político

Para quem achava que Paulo Guedes havia virado fã de primeira ordem de Olavo de Carvalho, o ministro da Economia deu sua versão do “elogio” que fez ao “guru” do bolsonarismo durante o jantar em Washington (EUA). Ao blog do jornalista José Fucs, no Estadão, Guedes disse que na realidade o papo com Carvalho não foi tão amistoso. Ele questionou o “ideólogo” por que um ” apoiador de primeira hora do Bolsonaro atirava no governo que ajudou a formar”, referindo-se aos disparos do ex-astrólogo contra Ricardo Vélez Rodriguez, Sergio Moro e contra o vice-presidente Hamilton Mourão, além da fala feita por Carvalho em um evento no dia anterior de que “se o governo continuar assim, não dura mais seis meses”.

Ele teria também dito que Carvalho é o “líder da revolução conservadora e liberais não são revolucionários. São evolucionistas”. “Lembre-se de que há uma aliança de centro(liberal democratas) direita (conservadores)”, afirmou Guedes ao Estadão. Fiéis seguidores de Carvalho já comemoravam nas redes sociais o “elogio” de Guedes ao “professor”