Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Guedes: ‘Reformas chegam ao Congresso na terça’

Equipe BR Político

O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse que irá na terça-feira ao Congresso para entregar o pacote de reformas “pós-Previdência” prometido pelo governo, e não irá sozinho: segundo o economista, o presidente Jair Bolsonaro irá acompanhá-lo. Para o ministro, esse seria um sinal de que há apoio às reformas. Guedes também afirmou que “acredita muito na maturidade da democracia brasileira”, mesmo após a fala recente do deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) sobre a possibilidade de um “novo AI-5”.

Segundo o Broadcast Político, o pacote deve contemplar uma série de medidas para conter os gastos públicos: PEC Emergencial (que propõe cortar gastos obrigatórios e destravar cerca de R$ 30 bilhões no Orçamento de 2020), reforma administrativa, PEC DDD (que prevê a desvinculação, desindexação e desobrigação dos gastos do Orçamento), pacto federativo e plano de ajuda aos Estados.

Guedes comentou, ainda, sobre a situação no Chile. Para o economista, apesar dos protestos que ocorrem no país vizinho, o modelo econômico do adotado por lá é um exemplo de sucesso. Antes das reformas liberalizantes, nos anos 1970 e 1980, durante a ditadura militar de Augusto Pinochet, o país tinha uma renda per capita equivalente à de Cuba e, hoje, a renda dos chilenos é o dobro da brasileira, afirmou Guedes. “O Brasil está funcionando bem. Não podemos nos levar seja pelo que aconteceu na Venezuela, seja pelo que acontece no Chile”, completou.