Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

‘Guerra civil’ no PSL deve ter nova lista pró-Waldir

Gustavo Zucchi

Apesar do deputado Delegado Waldir ter gravado um vídeo “jogando a tolha” e aceitando a liderança de Eduardo Bolsonaro, a “guerra civil” do PSL não acabou. A própria “desistência” de Waldir do cargo já não valeria mais. Tudo porque o líder do governo, Major Vítor Hugo, não teria cumprido o acordo com a ala bivarista da legenda e protocolado uma nova lista pró-Eduardo.

Segundo parlamentares, o acordo articulado na manhã desta segunda-feira, 21, pelo ministro da Secretaria de Governo, Luiz Eduardo Ramos, com Luciano Bivar, previa que novas listas não seriam protocoladas, a manutenção de Waldir e a retirada da suspensão de congressistas pró-Bolsonaro.

Quando Waldir gravou o vídeo, ele não sabia dos detalhes acordo. Ao ser informado da quebra, o Delegado desistiu da retirada do campo de batalha. Agora, aliados do momentaneamente ex-líder já correm atrás de assinaturas para protocolar uma nova lista e retirar o “03” da liderança da sigla na Câmara dos Deputados.

 

 

 

Tudo o que sabemos sobre:

Delegado WaldirPSLEduardo Bolsonaro