Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

‘Há plantação de maconha nas universidades’, reafirma Weintraub

Cassia Miranda

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, voltou a afirmar que “há plantação de maconha nas universidades”. A declaração foi feita na manhã desta quarta-feira, 11, durante depoimento na Comissão de Educação da Câmara. Segundo ele, também há registro da “utilização de um laboratório de química de uma universidade federal para produção de drogas sintéticas”.

Ministro durante depoimento à Comissão de Educação da Câmara. Foto: Cleia Viana/Câmara dos Deputados

Ao iniciar sua fala, o ministro afirmou ter “provas” a apresentar sobre suas acusações.  Para isso, Weintraub exibiu trechos de reportagens. Uma delas mostra uma suposta plantação de maconha na UnB. No mês passado, pelo Twitter, Weintraub já havia feito publicações que relacionavam a instituição e também a UFMG com produção e consumos de drogas. Em novembro, a própria universidade já havia rebatido a acusação do ministro. O vídeo gerou bate-boca entre os parlamentares. Segundo o ministro, ele encontrou o material em buscas na internet.

O deputado Marcelo Freixo (PSOL-RJ) deixou o plenário, afirmando que queria que o debate fosse sobre educação. “É um insulto aos educadores”, disse Freixo, que é professor. “É um desrespeito tão profundo com a educação que eu estou me retirando porque eu tenho mais o que fazer”, disse.

Weintraub respondeu dizendo que “está” e “sempre esteve” disponível para ir à comissão discutir sobre educação. Enquanto Freixo se retirava, o ministro gritou: “Muito democrático de sua parte, deputado”.