Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Haddad: ‘Bolsonaro engoliu Moro e a PF’

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

O ex-candidato à Presidência pelo PT, Fernando Haddad, aproveitou o ensejo do discurso de demissão de Sérgio Moro do Ministério da Justiça e Segurança Pública para destacar possíveis crimes de responsabilidade cometidos pelo presidente Jair Bolsonaro descritos por Moro, em sua opinião, e afirmar que o presidente deveria ser forçado a renunciar. Em outra publicação, ainda interpretando trechos do discurso do ministro, Haddad afirma que Moro foi “obrigado a reconhecer a autonomia dada pelos governos petistas à PF.” 

O ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad

O ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad Foto: Gabriela Biló/Estadão

“Trágica ironia: Moro é obrigado a reconhecer a autonomia dada pelos governos petistas à PF. Moro usou a PF para armar contra o Lula e pavimentar a vitória de Bolsonaro. Bolsonaro engoliu Moro e a PF. Centrão decide sustentar Bolsonaro e impedir afastamento”, escreveu o petista. “Vários crimes de responsabilidade descritos por Moro. Os ministros, especialmente os militares que ainda respeitam esse país, deveriam renunciar a seus cargos e forçar a renúncia. O impeachment é processo longo. A crise sanitária e econômica vai se agravar se nada for feito”, afirmou na outra publicação.