Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Haddad chama de ‘crime’ Bolsonaro pegar áudios do condomínio

Marcelo de Moraes

Candidato do PT nas últimas eleições presidenciais, Fernando Haddad classificou como “crime” a revelação feita por Jair Bolsonaro dizendo que pegou os áudios da portaria do condomínio Vivendas da Barra para evitar que fossem adulterados. Os suspeitos de matarem a vereadora Marielle Franco se encontraram no condomínio no dia do crime. O presidente Jair Bolsonaro também mora neste condomínio e teve seu nome citado pelo porteiro como tendo autorizado a entrada de um dos suspeitos, Élcio Queiróz, no condomínio. A informação, entretanto, não se sustenta porque Bolsonaro estava em Brasília participando de sessões de votação da Câmara.

Haddad usou suas redes sociais para atacar o ato de Bolsonaro pegando os áudios da portaria. “Isto é crime!”, escreveu Haddad no seu Twitter.

Tudo o que sabemos sobre:

Fernando HaddadporteiroMarielle Franco