Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Haddad cheio de dedos ao falar da Venezuela

Equipe BR Político

Fernando Haddad ficou cheio de dedos ao comentar a viagem de Gleisi Hoffmann, presidente do PT, para prestigiar a posse de Nicolás Maduro na Venezuela. Em entrevista para o El País, o ex-prefeito de São Paulo, derrotado nas eleições de outubro por Jair Bolsonaro, se resguardou dizendo apenas que o que ocorre hoje no país vizinho “não é democrático”. Mas não quis condenar o governo Maduro, nem chamar a situação de “ditadura”. Inclusive, mudou de assunto ao dizer que o PT não compareceu à posse de Bolsonaro por que considera ilegitima  por Lula estar preso e ser confrontado com o fato que Leopoldo López, opositor de Maduro, também está.

Tudo o que sabemos sobre:

PTFernando HaddadVenezuela