Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Haddad contra a ‘ação delituosa dos heróis’

Equipe BR Político

Sem citar nominalmente o ministro Sérgio Moro, o ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, aproveitou seu espaço na Folha deste sábado para atacar o que ele considera ” ação delituosa de ‘heróis'”. “Em sociedades evoluídas, estes instintos primitivos são satisfeitos pela produção cinematográfica. Nas salas de projeção, urros e aplausos são admitidos para celebrar a subversão da lei em nome da justiça, desde que o vilão pague pelo que fez”, escreve o petista.

“A costumeira confusão entre a defesa da instituição e a dos seus integrantes —que só a enfraquece— exige que se garanta a hegemonia de um olhar não corporativo dentro dos órgãos de controle. Esta reforma das instituições é imperativa. Para que um juiz com pretensões políticas que perpetre crime contra chefe de Estado, por exemplo, nunca mais fique impune”, diz o ex-prefeito.

Tudo o que sabemos sobre:

Fernando HaddadPTsergio moroLula