Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Hamas vê laços do Brasil com árabes ameaçados

Equipe BR Político

O grupo palestino que governa a Faixa de Gaza, Hamas, afirmou que a nova política do Brasil para Israel “não ajuda a estabilidade e a segurança da região e ameaça os laços do Brasil com países árabes e muçulmanos”, conforme texto publicado nesta segunda, 1, após o presidente Jair Bolsonaro visitar o Muro das Lamentações ao lado do presidente israelense Binyamin Netanyahu, informa o Estadão. O espaço sagrado é reivindicado por judeus e palestinos.

“Em particular, o Hamas denuncia a visita do presidente brasileiro à Cidade Sagrada de Jerusalém acompanhada do primeiro-ministro de Israel (…) O Hamas também condena os planos de abertura de um escritório de negócios do Brasil em Jerusalém (…) Essa política não ajuda a estabilidade e a segurança da região e ameaça os laços do Brasil com países árabes e muçulmanos”, disse o grupo em nota.

Tudo o que sabemos sobre:

Jair BolsonaroIsraelmuro das lamentações