Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Hospital das Forças Armadas omite nomes de contaminados

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

Na esteira da polêmica gerada com a restrição imposta pelo governo federal de acesso à Lei de Acesso e Informação por meio da Medida Provisória 928, o Hospital das Forças Armadas (HFA) omitiu do governo do Distrito Federal dois nomes em uma lista de 17 infectados com o novo coronavírus. Esse é o hospital onde o presidente Jair Bolsonaro, cujo nome não figura no documento, fez testes da covid-19 com resultados negativos, segundo Bolsonaro.

Na última sexta-feira, a Justiça Federal atendeu a um pedido do governo do DF e determinou que o HFA informasse imediatamente a relação completa de nomes dos infectados pelo novo coronavírus. Em sua decisão, a juíza Raquel Soares Chiarelli também impôs uma multa de R$ 50 mil ao diretor do hospital por paciente que tiver a informação sonegada, informa o Estadão. De acordo com a Secretaria de Saúde distrital, há 146 pacientes contaminados pelo novo coronavírus e 3.644 casos suspeitos de covid-19. O Distrito Federal é a unidade federativa do País com maior proporção da doença em relação à população.

A MP diz que serão atendidos prioritariamente os pedidos de acesso a informações relativas a emergências de saúde. Pior: afirma que não serão aceitos recursos contra negativas expedidas por órgãos públicos a pedidos de informações.

Tudo o que sabemos sobre:

HFAcoronavírusJair Bolsonaro