Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Hospital de campanha do Ibirapuera encerra atividades no dia 30

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), anunciou nesta sexta-feira, 25, que o Hospital de Campanha do Ibirapuera será desativado a partir do dia 30 de setembro, após 5 meses de funcionamento e 3.189 pacientes da covid-19 atendidos. O serviço é o único dos três que foram implementados para tratamento de pacientes da covid-19 ainda em atividade, com cerca de 240 leitos.

Hospital de campanha para covid-19 está localizado no Complexo Esportivo do Ibirapuera Foto: Governo do Estado de São Paulo/Divulgação

“O declínio da pandemia em todo estado de São Paulo, mais acentuadamente na capital, permite que, neste momento, o governo do Estado possa determinar o fechamento do Hospital de Campanha do Ibirapuera, após cinco meses de atividades contínuas”, afirmou Doria.

O governador disse ainda que os equipamentos do hospital serão doados a entidades assistenciais e órgãos da saúde do Estado. O último paciente do Hospital de Campanha do Ibirapuera terá alta amanhã.