Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

‘Houve má interpretação sobre artigo da MP’

Gustavo Zucchi

Exclusivo para assinantes

O secretário especial de Previdência e Trabalho, Bruno Bianco, explicou o motivo pelo qual o governo editou uma medida provisória autorizando a suspensão de contratos de trabalho e rapidamente voltou atrás. Em coletiva na tarde desta quinta-feira, Bianco afirmou que a escolha de retirar a MP se deu por uma “má interpretação” de um artigo do texto. Ele explicou que deverão ser editadas duas novas medidas provisórias trazendo não apenas a possibilidade de suspensão dos vínculos empregatícios, mas também um pacote de ajuda para empregados e empregadores. “O presidente determinou celeridade nisso. Estamos trabalhando nessa questão, como já estávamos. Mas toda medida que envolve custo e gasto depende de responsabilidade fiscal”, afirmou.