por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Ibama exonera funcionário que multou Bolsonaro

Equipe BR Político

O Ibama exonerou nesta quinta-feira, 28, o servidor que multou o presidente Jair Bolsonaro em R$ 10 mil por pescar em área protegida, em 2012. José Olímpio Augusto Morelli ocupava o cargo comissionado de chefe do Centro de Operações Aéreas do Ibama, subordinado à Diretoria de Proteção Ambiental, informou a Folha.

Ele é o fiscal que assina o auto de infração e o relatório do flagrante de Bolsonaro. Morelli também é o autor da foto na qual o então deputado federal aparece de sunga branca sobre o bote inflável, dentro da Estação Ecológica de Tamoios, categoria de área protegida que não permite a presença humana, em Angra dos Reis (RJ).