Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

IBGE: Desemprego cai, mas informalidade ainda é destaque

Equipe BR Político

No trimestre iniciado em setembro e encerrado em novembro de 2019, a taxa de desemprego caiu para 11,2% no Brasil, o que significa que o País tem, atualmente, 11,9 milhões de brasileiros desempregados. O dado, divulgado pelo IBGE nesta sexta-feira, 27, representa uma redução de 5,6% na taxa de desocupação em comparação com o trimestre anterior, e uma redução de 2,5% ante o mesmo trimestre de 2018. A renda média do trabalhador no trimestre analisado foi de R$ 2.332, e não apresentou variação significativa em nenhuma das comparações, segundo o instituto.

O dado é positivo e indica recuperação lenta no mercado de trabalho. Como informa o Estadão, o resultado superou projeções de analistas que esperavam uma taxa de desemprego de até 11,5%. A alta no emprego, porém, é puxada ao menos parcialmente pelo trabalho informal, que chegou a 41,1%.

Na mesma linha, o número de trabalhadores por conta própria atingiu novo recorde na série histórica do IBGE, chegando a 24,6 milhões de pessoas. Na comparação com o mesmo trimestre de 2018, o número cresceu 3,6%. A categoria de trabalhadores “por conta própria” inclui profissionais autônomos, mas também trabalhadores informais.

Tudo o que sabemos sobre:

IBGEdesempregoInformalidade