Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Ibovespa tem queda acentuada com escalada do coronavírus

Equipe BR Político

Mercados financeiros no mundo tiveram quedas acentuadas na manhã desta segunda-feira, 27, com a escalada dos temores de que o coronavírus se espalhe mais rápido pelo globo. O Ibovespa, principal índice da B3, havia recuado 2,39% às 10h12, caindo para 115.347 pontos. A Bolsa de Tóquio fechou com queda de 2,03%, a maior em cinco meses. As bolsas europeias também operavam em queda pela manhã. 

Depois do fim de semana, o número divulgado de pessoas infectadas na China subiu para mais de 2,7 mil e ao menos 80 morreram em decorrência do vírus no país. Há casos confirmados da doença em outros 14 países, incluindo Estados Unidos, França e Japão. Até a sexta-feira, 24, haviam sido registrados cerca de 800 casos da doença na China.

De acordo com estimativa do banco dinamarquês Danske Bank, o surto pode reduzir o PIB da China em 0,8 ponto porcentual no primeiro semestre. Já na terça-feira, 21, as bolsas operavam com cautela com o início da escalada da doença e registros de casos em países como os Estados Unidos.