Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Inauguração de base na Antártica é adiada

Equipe BR Político

A cerimônia de reinauguração da Estação Antártica Comandante Ferraz foi adiada por conta do mau tempo, de acordo com a Marinha. A reinauguração da nova base científica do Brasil estava marcada para as 17h desta terça-feira, 14.

Pelo Twitter, a Marinha informou que “devido às condições meteorológicas, o deslocamento das autoridades que saem de Punta Arenas para a Antártica não foi possível. A previsão é de que o evento aconteça amanhã (15), em horário a ser confirmado”.

A nova casa da pesquisa brasileira na Antártica substituirá a base destruída por um incêndio em fevereiro de 2012.

São 17 laboratórios de pesquisa – 14 internos e 3 externos -, que servirão principalmente para estudos de Microbiologia, Biologia Molecular, Química Atmosférica, Medicina, Ecologia e mudanças ambientais. A base tem capacidade para 64 pessoas. A Estação Comandante Ferraz custou US$ 99,6 milhões. O contrato para execução da obra com a empresa chinesa Ceiec foi fechado em agosto de 2015, segundo o Estadão.

Nas redes sociais, o ministro Marcos Pontes tentou que o governo colhesse os louros da obra. Pelo Twitter, na segunda, 13, o astronauta afirmou que a nova base na Antártida é um projeto do governo Jair Bolsonaro. Em fevereiro do ano passado, um mês após a posse de Bolsonaro, a obra já estava em fase de finalização.