Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Indicação é para bajular Trump?

Equipe BR Político

Em artigo na Folha nesta sexta-feira, 12, o colunista Bruno Boghossian repercute a sinalização do presidente Jair Bolsonaro de indicar seu filho, o deputado Eduardo Bolsonaro para chefiar a Embaixada do Brasil em Washington. Segundo ele, se a nomeação se concretizar, será uma “patetice diplomática do governo” e uma bajulação clara do presidente norte-americano, Donald Trump.

“Se Eduardo ganhar a vaga, o Brasil trocará um embaixador por um marqueteiro da direita radical. Ele até entende a língua de Trump, mas ficará falando sozinho se o Partido Democrata vencer a próxima eleição”, opinou.