Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Inflação de janeiro e projeção para 2020 recuam

Equipe BR Político

O Banco Central reduziu a estimativa para a inflação este ano de 3,47% para 3,40% no boletim Focus, que foi divulgado nesta segunda-feira, 3. A pesquisa semanal que mostra projeções de instituições financeiras para os principais indicadores econômicos manteve, para 2021, a estimativa o índice em 3,75%. A projeção segue abaixo do centro da meta da inflação para 2020, de 4%, mas está dentro da tolerância de variação.

Sede do Banco Central, em Brasília

Sede do Banco Central, em Brasília Foto: André Dusek/Estadão

De acordo com o boletim, a expectativa é de redução da Selic dos atuais 4,5% para 4,25% até o fim do ano. A taxa é o principal instrumento do BC para alcançar a meta da inflação e a sua redução barateia o crédito e incentiva a produção e o consumo. Nesta semana, o Comitê de Política Monetária (Copom) faz a primeira reunião do ano para definir a Selic.

A Fundação Getúlio Vargas (FGV) também publicou nesta segunda, o Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S), que ficou em 0,59% para janeiro. Com o resultado, o indicador acumula alta de 4,13% nos últimos 12 meses. O maior aumento no mês foi do grupo Educação, Leitura e Recreação (de 0,95% para 2,30%). Em relação a dezembro, no entanto, o índice reduziu a alta, que ficou em 0,77% no último mês de 2019. O item que teve maior redução foi no preço da carne bovina (de 0,67% para -2,62%).

Tudo o que sabemos sobre:

InflaçãoEconomiaboletim focusFGV