Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Inflação para renda mais baixa foi maior em 2019

Equipe BR Político

Em 2019, a inflação pesou mais para as famílias com menor renda. De acordo com o Índice de Preços ao Consumidor, que mede a inflação para famílias com renda de até 2,5 salários mínimos, o IPC-Classe 1, a inflação para a faixa ficou em 4,6% no ano, maior do que a do indicador geral, que engloba famílias com renda de um a 33 salários mínimos (IPC-BR), que foi de 4,11%. O IPC-Classe 1, divulgado pela FGV nesta segunda-feira, 6, foi superior também aos 4,17% do ano anterior. A alta foi puxada principalmente pelo aumento de preços na alimentação e transporte, de 6% no ano.

Em dezembro, a alta dos preços da carne fez disparar o IPCA-15, uma prévia da inflação para o mês, para 1,05%, frente à taxa de 0,14% em novembro. Já de acordo com o IPC, a inflação para a faixa de renda mais baixa ficou em 0,93% em dezembro, frente a 0,56% de novembro e a 0,77% registrado pelo IPC-BR em dezembro.

Nesta segunda-feira também foi divulgado o Boletim Focus do Banco Central, que aumentou a estimativa para a inflação de 2019 pela nona vez consecutiva, para 4,13%. O número, no entanto, ainda está abaixo da meta do BC para o ano, de 4,25%. Para 2020, a projeção da inflação ficou em 3,6%, de acordo com o relatório.

Tudo o que sabemos sobre:

InflaçãoIPC-BRFGVbaixa renda