Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Investigação conclui que Flordelis foi mandante da morte do marido

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

O Ministério Público e a Polícia Civil do Rio de Janeiro encerraram nesta segunda-feira, 24, as investigações sobre a morte do pastor Anderson do Carmo. Na conclusão, os investigadores apontam que a viúva, a deputada federal Flordelis dos Santos de Souza (PSD-RJ) foi a mandante do crime. Ela e mais 10 foram denunciados pelo assassinato ocorrido em junho de 2019.

A deputada federal Flordelis no enterro do marido, que foi morto a tiros Foto: WILTON JUNIOR / ESTADÃO

Segundo a Promotoria, a denúncia foi aceita pelo Juízo da 3ª Vara Criminal de Niterói, que expediu mandados de prisão preventiva contra nove dos 11 acusados (seis filhos de Flordelis e uma neta). Na manhã de hoje, o MP do Rio e a Polícia  Civil deflagraram a Operação Lucas 12 para cumprir as ordens de prisão, além de realizarem 14 buscas em endereços ligados aos denunciados em Niterói, São Gonçalo, Rio de Janeiro e Brasília. Por ser deputada, ela não teve a prisão decretada na operação por ter foro privilegiado.

A motivação do crime “seria o fato de a vítima manter rigoroso controle das finanças familiares e administrar os conflitos de forma rígida, não permitindo tratamento privilegiado das pessoas mais próximas a Flordelis, em detrimento de outros membros da numerosa família”, diz o Ministério Público do Rio em nota.

“Flordelis é responsabilizada por arquitetar o homicídio, arregimentar e convencer o executor direto e demais acusados a participarem do crime sob a simulação de ter ocorrido um latrocínio. A deputada também financiou a compra da arma e avisou da chegada da vítima no local em que foi executada, segundo a denúncia”, afirmaram os promotores.

Segundo a Polícia Civil, Flordelis foi indiciada por homicídio triplamente qualificado, tentativa de homicídio, falsidade ideológica, uso de documento falso e organização criminosa majorada.

Tudo o que sabemos sobre:

FlordelisAnderson do Carmocrimemandante