Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Investigadores foram informados de que Carlos teria se desfeito de um PC

Equipe BR Político

Alvo da CPMI das Fake News, o vereador Carlos Bolsonaro (PSC-RJ), filho do presidente Jair Bolsonaro, pode ter se desfeito de um computador. Recentemente, investigadores do Rio receberam essa informação, segundo a Veja.

Um dos cabeças do chamado “gabinete da raiva” ou “do ódio”, Carlos, sem dar explicações, desativou seus perfis nas redes sociais no último dia 12 de novembro. Há um mês, o vereador se envolveu na polêmica que envolvia o nome de Bolsonaro na investigação do caso Marielle. Carlos teve acesso às gravações do condomínio Vivenda da Barra onde ele e o pai têm uma casa.

Como você leu no BRP, na semana passada, a Polícia Civil do Rio de Janeiro voltou a convocar pessoas ligadas ao vereador Carlos Bolsonaro (PSC-RJ) a prestar depoimento na investigação sobre a morte da vereadora Marielle Franco (Psol) e do motorista Anderson Gomes. A intenção dos investigadores é entender melhor como era a relação entre os dois parlamentares, que eram vizinhos de gabinete na Câmara do Rio e teriam se envolvido em uma discussão no corredor do prédio.