Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Investimentos em estradas cai

Equipe BR Político

Entre uma postagem e outra do presidente Jair Bolsonaro nas redes sociais, ele costuma republicar vídeos e mensagens exaltando o ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas. Muitas vezes, inclusive em períodos em que o governo passa por alguma crise, logo Tarcísio é acionado nas redes do presidente. O trabalho e a postura centrada do ministro têm sido motivos de elogios.

No entanto, de acordo com dados de execução orçamentária, a popularidade do ministro nas redes é inversamente proporcional ao investimento do governo em estradas. No acumulado de janeiro a outubro, o investimento na construção e na recuperação de rodovias atingiu o menor patamar para esse período desde 2014, segundo a Folha.

De acordo com dados do Siga Brasil, sistema de informações orçamentárias do Senado, o governo federal investiu R$ 5,4 bilhões em transporte rodoviário nos primeiros dez meses de 2019, entre recursos pagos do Orçamento deste ano e restos a pagar de anos anteriores. Não há informações no sistema do Senado sobre os investimentos realizados em anos anteriores a 2014.

Considerando o período de janeiro a outubro de 2014 para cá, em valores atualizados pela inflação, o montante deste ano é o mais baixo investimento dos últimos seis anos, incluindo as gestões dos ex-presidentes Michel Temer (MDB) e Dilma Rousseff (PT).

Em nota, o Ministério da Infraestrutura, comandado por Tarcísio Gomes de Freitas, informou que a pasta enfrenta restrição orçamentária e, por isso, priorizou obras já em andamento, estradas com necessidade de manutenção e rodovias consideradas estratégicas.