Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

‘Invisíveis’ poderão acessar renda básica via banco ou lotéricas

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

O presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, afirmou nesta terça, 7, que os trabalhadores informais que não têm acesso a smartphones para baixar o aplicativo por meio do qual eles, autônomos e microempreendedores individuais podem solicitar a renda básica emergencial de R$ 600, poderão fazer a solicitação em lotéricas e em agências do banco. Segundo ele, essa pessoa pode usar “o celular de um amigo”. Esse cenário teria 0,1% de chance de ocorrer, de acordo com Guimarães. Já os beneficiários do Bolsa Família e os inscritos no Cadastro Único receberão automaticamente o benefício, sem necessidade de usar o aplicativo.

O presidente da Caixa, Pedro Guimarães, em coletiva nesta terça

O presidente da Caixa, Pedro Guimarães, em coletiva nesta terça Foto: Reprodução/TV BrasilGov

A previsão é de que o pagamento seja feito dentro de 4 ou 5 dias úteis, segundo previsão do ministro Onyx Lorenzoni (Cidadania). O texto que criou o benefício foi aprovado no dia 30 de março no Senado e sancionado pelo presidente Jair Bolsonaro no dia 2 de abril, gerando críticas pela lentidão do processo, especialmente pelo temor do ministro Paulo Guedes furar a regra de ouro. “É fácil dizer que já tem a lei, mas é muito complexo poder reunir todas essas informações, encontrar os elegíveis, e o presidente Bolsonaro determinou que pudéssemos encontrar o máximo no menor tempo”, alegou Onyx.