Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

IPCA volta a ter alta depois de dois meses de deflação

Marcelo de Moraes

Exclusivo para assinantes

Por conta do impacto provocado pela pandemia do novo coronavírus, o Brasil teve deflação nos meses de abril e maio. Mas a situação começou a se reverter  em junho. Segundo dados do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), os preços, no mês passado, já registraram uma alta de 0,26%.

Foto: Ronaldo Schemidt/AFP

Divulgados nesta sexta-feira, 10, pelo IBGE, os números mostram que o setor de alimentação e o aumento dos combustíveis puxaram o IPCA para cima em junho. No caso dos alimentos, alguns itens que tiveram seus preços elevados foram carnes (1,19%), leite longa vida (2,33%), arroz (2,74%), feijão-carioca (4,96%) e queijo (2,48%).

Tudo o que sabemos sobre:

IPCAdeflaçãoIBGE