Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Isolamento despenca em Teresina e prefeito desabafa

Marcelo de Moraes

Exclusivo para assinantes

Depois de Teresina ter ontem sua pior taxa de isolamento, com 38,9%, o prefeito Firmino Filho desabafou nesta quarta-feira, 6, pelas redes sociais, criticando esse comportamento. Existe a estimativa que a capital do Piauí tenha mais 20 mil novos casos de coronavírus na próxima semana justamente pelo relaxamento das pessoas no cumprimento da quarentena.

Taxas de isolamento em Teresina

Taxas de isolamento em Teresina Foto: Reprodução/Twitter

“Acabei de receber os dados de isolamento de ontem em Teresina. Pior taxa do período: 38,9%. Espero que as pessoas que estejam desrespeitando a quarentena saibam da sua responsabilidade com as vidas que serão perdidas”, afirmou.

“Ontem divulgamos a pesquisa sorológica que, através de testes, mostra o crescimento do novo coronavírus em Teresina. Isso está acontecendo de forma tão rápida que a estimativa é que na próxima semana mais de 20 mil pessoas possam se infectar na cidade”, disse Firmino, alertando para a velocidade com que a doença está se alastrando na capital.

O prefeito disse que compreende a preocupação dos empresários que querem manter o funcionamento de seus negócios. Mas lembra que, diante da força do coronavírus, isso pode ter consequências ruins nesse momento.

“Muitas pessoas preocupadas com suas empresas. Entendemos. Mas é buscando salvar empresa nesse momento, que elas vão terminar matando as pessoas. É necessário reafirmar nosso compromisso com a vida. Repito o que já disse. Os economistas sabem como ressuscitar uma economia, sabem como reerguer uma firma. Mas os médicos não sabem como ressuscitar uma vida”, afirmou.

E Firmino alertou que a situação tende a piorar. “Nós estamos num caminho perigoso. O sucesso da quarentena levou a um falso sentimento de segurança e esse sentimento de segurança está levando ao cenário que temos hoje. Isso terá uma grave consequência a cada um de nós”.

Por causa disso, o prefeito prometeu endurecer as medidas de restrição para tentar reverter o avanço do coronavírus. “Compromisso com a vida significa compromisso com o isolamento no presente. Vida a gente tem que defender, dívida depois a gente resolve”, disse.

Nossa guerra é pela vida do teresinense e é pela vida que vamos endurecer, ainda mais, as medidas

Tudo o que sabemos sobre:

isolamentoTeresinaprefeitocoronavírus