Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Itália pode começar reabertura gradual em maio, diz primeiro-ministro

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

O primeiro-ministro da Itália, Giuseppe Conte, afirmou nesta terça-feira, 21, que o país pode começar sua reabertura econômica em 4 de maio. Conte minimizou, no entanto, a esperanças de relaxamento total de algumas das medidas mais estritas de quarentena em vigor. Segundo o dirigente italiano, as medidas de flexibilização serão anunciadas ainda nesta semana e levarão em conta a situação de cada região do país europeu.

O primeiro-ministro italiano, Giuseppe Conte

O primeiro-ministro italiano, Giuseppe Conte Foto: Reprodução/Senato Italia TV

“Muitos cidadãos estão cansados dos esforços que têm sido feitos até agora e gostariam de um relaxamento significativo dessas medidas, ou mesmo sua total abolição. Eu gostaria de poder dizer: vamos reabrir tudo. Imediatamente”, afirmou o primeiro-ministro no Facebook. “Mas uma decisão desse tipo seria irresponsável.”

O país italiano, que foi o epicentro mundial da disseminação do cornavírus por algumas semanas, sofreu com as decisões de governantes do Norte no início do surto, que pregavam a não paralisação da economia. Em posicionamento diferente do visto até o momento no Brasil durante a pandemia, Conte afirma que o governo assumirá completamente a responsabilidade pelas decisões e medidas de contenção do vírus. “No interesse dos cidadãos do Norte, Centro, Sul e Ilhas. Não permitirei mais que surjam divisões. Devemos marchar juntos e manter o espírito de comunidade”, escreveu na publicação.

Tudo o que sabemos sobre:

Itáliaquarentenareaberturacoronavírus