Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Bolsonaro não quer problemas com Lei de Segurança Nacional

Gustavo Zucchi

Jair Bolsonaro não quer dor de cabeça com o discurso de mudar o País por vias que não sejam da democracia. Em resposta a um seguidor em suas redes sociais, o presidente reforçou que não pode atentar contra outros poderes sob o risco de infringir a Lei de Segurança Nacional. O internauta pedia intervenção militar e o presidente respondeu apenas publicando um trecho da lei.

O presidente da República, Jair Bolsonaro

O presidente da República, Jair Bolsonaro. Foto: Isac Nóbrega/PR

Quem levantou a bola da demora das mudanças no Brasil por “vias democráticas” foi Carlos Bolsonaro. Há algumas semanas, o filho “02” de Jair Bolsonaro causou rebuliço nas redes sociais ao argumentar que as “mudanças desejadas” não acontecerão no “ritmo almejado” em uma democracia. Bolsonaro deu razão para a “observação” do vereador em entrevista logo após ter alta em sua última passagem pelo hospital, justificando que as reformas já teriam sido feitas “em Cuba ou na Coreia do Norte”.

O presidente Jair Bolsonaro responde seguidor em suas redes sociais com trecho da Lei de Segurança Nacional

O presidente Jair Bolsonaro responde seguidor em suas redes sociais com trecho da Lei de Segurança Nacional. Foto: Reprodução/Facebook