Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Marcelo de Moraes

Jair Bolsonaro reforça que governo só adquire ‘vacina registrada pela Anvisa’

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

Jair Bolsonaro continua a dar sinais de que não tem nenhuma pressa para iniciar a vacinação no Brasil. Mesmo com o crescimento de casos e mortes devido ao coronavírus e com hospitais lotados deixando claro que vivemos um segundo pico da doença. Há pouco em seu Twitter, o presidente frisou que “o Brasil disponibilizará vacinas de forma gratuita e voluntária após comprovada eficácia e registro pela Anvisa”.

O “registro” pela agência, segundo o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, demora em média 60 dias. Isso atrasaria, por exemplo, os planos de São Paulo de iniciar a imunização em janeiro. A Anvisa pode, em caráter provisório e emergencial, liberar uma vacina em 72 horas caso ela tenha sido aprovada nos EUA, Europa, Japão ou China.

Tudo o que sabemos sobre:

Jair Bolsonarovacinasanvisa