Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Bolsonaro em silêncio sobre Bivar

Equipe BR Político

O porta-voz da Presidência, Otávio Rêgo Barros, afirmou há pouco que se o presidente Jair Bolsonaro “achar adequado, no devido momento, ele fará os seus pronunciamentos” sobre a eventual possibilidade de deixar o PSL. Ao longo do dia, o presidente não desmentiu ou disse haver algum mal entendido na declaração, que foi captada em áudio e vídeo durante paradinha na saída do Palácio da Alvorada.

Luciano Bivar, presidente do PSL, e o presidente da República, Jair Bolsonaro.

Luciano Bivar e Jair Bolsonaro. Fotos: Dida Sampaio/Estadão

O assunto tomou esta terça-feira, 8, após o presidente falar a um fã e pré-candidato no Recife que ele deveria “esquecer o PSL” e que o presidente nacional da sigla, Luciano Bivar “está queimado para caramba lá”.

De acordo com o Rêgo Barros disse há pouco, o presidente “não autorizou a fazer comentários específicos a este tema”, afirmou.