Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Janaina: ‘Ao que tudo indica, Flávio cometeu peculato’

Equipe BR Político

A deputada estadual Janaina Paschoal (PSL-SP) afirmou que, apesar de não acreditar, tecnicamente, que o senador Flávio Bolsonaro cometeu crime de lavagem de dinheiro, vê indícios de peculato (desvio de dinheiro público) na conduta do “01”. “A gente aprende e ensina no Direito Penal que a responsabilidade penal é individual. Ao que tudo indica, infelizmente, o Flávio cometeu peculato e utilizou funcionários para desviar dinheiro público. Tecnicamente falando, não vejo a lavagem (de dinheiro), mas o peculato vejo. E ele tem que responder”, disse a jurista, em entrevista ao Estadão publicada nesta quinta-feira, 26.

Janaina também criticou o empenho do presidente Jair Bolsonaro em criar seu próprio partido, o Aliança pelo Brasil. Segundo a deputada, que chegou a ser cotada para ser vice de Bolsonaro em 2018, criar o Aliança é uma “mentalidade atrasada”. Para ela, o presidente está direcionando energia a algo que não é prioritário ao País no momento. “Eu não achei inteligente abrir outro partido nesse momento e dividir sua base. (…) Ele nunca se ligou em partido, então acho que abrir esse Aliança (pelo Brasil) é trair a própria história. Abrir esse partido é uma mentalidade atrasada e acho que ele vai direcionar energia para algo absolutamente secundário. Dizer que atrapalha (o desempenho do presidente) é exagero. Mas que o País ganha com o presidente gastando energia agora?”, disse.

Questionada sobre a possibilidade de ser candidata nas eleições de 2022, Janaina disse que ainda não tomou sua decisão. “Não sei se me candidato novamente, só chegando lá. Tenho um lado místico, vou esperar um sinal”.