Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Janaina: ‘As últimas falas do presidente foram catastróficas’

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

A deputada estadual Janaina Paschoal (PSL-SP) classificou como “catastróficas” as recentes declarações do presidente Jair Bolsonaro. Ontem, em discurso no Palácio do Planalto, o chefe do Executivo fez menção ao uso de “pólvora” para proteger a Amazônia e disse que o Brasil “tem que deixar de ser um país de maricas” e enfrentar a covid-19. Pelo Twitter, ela disse que “não há como fazer uma interpretação de salvação” do que foi dito pelo presidente.

A deputada Janaína Paschoal

A deputada Janaína Paschoal Foto: Marco Antonio Cardelino/Alesp

Na avaliação da parlamentar, “o destempero tem a ver com 2022”. Ela apontou algumas frases ditas ontem que “revelam tal fato”.

“Ele afirmou que estar na Presidência é uma desgraça. No entanto, em dois anos, não surgirá outro líder. Ou seja, aproveitou para reafirmar ser ele o único caminho. Depois, em referência velada a Sérgio Moro, disse que não está preocupado com biografia, aliás, disse nem ter uma”, apontou Janaina.

“De todas as falas problemáticas, a mais perigosa, sem dúvida, foi a da pólvora. Meu ponto aqui, esclareço, não é criticar. É alertar! Passando as eleições de 2020, fatalmente, o debate em torno de 2022 ganhará força. Novos pretendentes já estão surgindo. Outros podem surgir”, avaliou.

Na última mensagem publicada, a deputada questionou se o presidente será manter a “estabilidade no período turbulento que se anuncia”. E completou: “É hora de aqueles que estão próximos pararem de aplaudir qualquer sandice e passarem a assessorar verdadeiramente. O Brasil precisa ser colocado acima de tudo de verdade!”.