Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Janaina diz que Flavio ‘faria grande favor ao Pais’ se confessasse desvios

Marcelo de Moraes

Exclusivo para assinantes

A deputada estadual Janaina Paschoal (PSL-SP) defendeu hoje que o senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) confesse “de uma vez por todas, todos os desvios havidos em seu gabinete na Alerj”. Para a ex-bolsonarista, se o senador agir dessa maneira pode contribuir para que o governo Bolsonaro consiga sobreviver até o seu final.

A deputada Janaina Paschoal

A deputada Janaina Paschoal Foto: José Antonio Teixeira

“O senador Flávio Bolsonaro faria um grande favor ao país, se confessasse, de uma vez por todas, os desvios havidos em seu Gabinete na Alerj e entregasse os esquemas dos outros Deputados constantes da lista do Coaf, começando pelo atual presidente da Alerj, que é do PT!”, disse a deputada nas suas redes sociais.

“Fazendo isso, ele ajudaria a derrubar quem precisa cair. Ele ajudaria a fazer a depuração com que seu pai se comprometeu no período eleitoral e daria alguma chance de o governo de Bolsonaro ir até 2022”, acrescentou.

Para Janaina, Jair Bolsonaro tem colocado o governo em segundo plano para poder defender o filho.

“A ausência dessa confissão permite que as pessoas imaginem haver algo ainda pior nessa história toda! O Presidente não pode responder pelos atos de todos os seus amigos, conhecidos e parentes, mas é flagrante que, para defender o filho, está colocando o país em segundo plano”, escreveu Janaina.

“Não é só Queiroz que pode fazer uma colaboração premiada. Flávio pode! Afinal, na lista de desvios, os valores que o Coaf atribui a ele são infinitamente menores que os atribuídos aos demais!”, afirmou a deputada lançando a hashtag “delata Flávio”.

Tudo o que sabemos sobre:

Janaina PaschoalFlávio Bolsonaro