Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Doria: Nem Joice na Prefeitura, nem Alckmin no governo

Equipe BR Político

O governador João Doria (PSDB) negou, nesta terça-feira, 22, apoio tanto à deputada federal Joice Hasselmann (PSL-SP) na corrida para Prefeitura de São Paulo em 2020, quanto a articulação de seu partido para lançar Geraldo Alckmin como candidato ao governo do Estado nas eleições de 2022. As informações são do Broadcast/Estadão.

Governador do Estado de São Paulo, João Doria em reunião com Hamilton Mourão, vice-presidente da República.

João Doria. Foto: Governo do Estado de São Paulo

Doria afirmou que, para capital paulista, seu candidato é Bruno Covas (PSDB), prefeito em exercício após a saída do empresário para concorrer ao governo no ano passado. “Joice tem todo o direito de disputar a eleição. Não pelo PSDB, obviamente, porque já temos candidato. Ela engrandece o debate eleitoral, ao meu ver”, disse o governador ao Broadcast. Ele tem se aproximado da deputada há algum tempo. A boa relação entre eles foi um dos motivos pelos quais o cristal da relação Joice e Bolsonaro rachou.

Em entrevista ao programa Roda Viva na segunda-feira, 21, a parlamentar declarou que já está definida como candidata do PSL à corrida municipal paulistana, com apoio da Executiva Nacional da legenda. Joice também acrescentou que prefere não mudar de partido para viabilizar a candidatura, mas não descarta a possibilidade e afirma já ter recebido cinco convites para filiação.

Em um capítulo da crise fratricida do PSL, a deputada foi destituída da liderança do governo no Congresso na semana passada e, como você viu no BRP, a ação agradou os aliados de Covas. Para eles, o diferencial da candidata era se apresentar como a escolha de Bolsonaro para a capital e, sem isso e um partido estruturado, ela perderia grande parte do potencial de angariar o eleitoral da centro-direita.

Sobre Alckmin, Doria disse que não há articulação para lançá-lo como candidato ao governo em 2022. No entanto, como você também viu no BRP,  o ex-presidente da legenda no Estado, Pedro Tobias, criticou o atual governador e apontou o médico de formação como a melhor opção para o cargo, em evento que reuniu vereadores e prefeitos tucanos de São Paulo. “Vocês, prefeitos, conseguiram alguma fotografia com João Doria? Nenhuma. Foi à cidade de vocês? Não. Vamos trabalhar e já, pra não deixar alguém ocupar espaço”, declarou Tobias na ocasião.