Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Doria vaiado e Bolsonaro aplaudido pela PM

Equipe BR Político

Com relação estremecida, o presidente Jair Bolsonaro e o governador de São Paulo, João Doria, estiveram lado a lado nesta sexta-feira, 11, na capital paulistana, em uma formatura do Curso de Formação de Sargentos da Polícia Militar do Estado. Ao ser anunciado, Bolsonaro foi aplaudido e ovacionado pelo público, aos gritos de “mito”. Doria, em mais de um momento, foi vaiado. Os dois são eventuais adversários na disputa presidencial de 2022.

O governador recebeu aplausos apenas nas vezes em que citou o presidente ou elogiou o trabalho da PM, segundo o Estadão. Foi a primeira vez que os dois se encontraram em evento público desde as últimas provocações mútuas. Bolsonaro chegou a dizer que Doria era uma “ejaculação precoce” na política e que estará morto para a corrida eleitoral de 2022. Doria, menos bélico, mandou o presidente trabalhar mais e tuitar menos. O governador tem tentado, em vão, minimizar o impacto do slogan “BolsoDoria”, afirmando que o episódio se restringiu a uma estratégia de campanha, como você viu aqui no BRP.

No evento, em tom mais amistoso, Doria disse que o presidente e seus ministros são “amigos dos brasileiros em São Paulo”. Já Bolsonaro citou o tucano somente no início de sua fala, por demanda do protocolo.

Tudo o que sabemos sobre:

Jair BolsonaroJoão Doriapolicia militar