Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

‘Jogo de cena’, segundo Mariz

Alexandra Martins

Advogado do presidente Michel Temer, o criminalista Antonio Claudio Mariz de Oliveira chamou a nova restrição do foro imposta pelo STF ontem a deputados e senadores de “jogo de cena”. Para ele, não há “igualdade” enquanto o benefício estiver mantido para outros cargos.

“E o juiz? E o ministro? Se um deputado atropelar alguém agora ele vai responder em primeiro grau. Se ele, Barroso (ministro Luís Roberto Barroso, do STF), atropelar alguém, vai responder no Supremo. Para ele não mudou”, criticou o advogado, informa Daniel Weterman, do Broadcast Político.

Tudo o que sabemos sobre:

Antonio MarizMichel Temer