Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Joice Hasselmann culpa Aras por desmonte na Lava Jato

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

A deputada federal Joice Hasselmann (PSL-SP) utilizou suas redes sociais para questionar “quem mandou matar a Lava Jato“. Pressionada politicamente pelo governo Bolsonaro e vista como um núcleo de poder independente dentro da estrutura do Ministério Público pelo Procurador-geral da República, Augusto Aras, a força-tarefa pode ter seus trabalhos encerrados. O futuro da operação deve ser decidido até dia 9 pelo PGR.

Deputada Joice Hasselmann Foto: Dida Sampaio/Estadão

Em uma publicação, a deputada insinua que o fim da operação é culpa de Aras. “A morte da Lava Jato — Não foi com Janot (escolhido por Dilma) e não foi com Raquel Dodge (escolhida por Temer). Está acontecendo na gestão Aras”, afirma Joice. No domingo, 6, apoiadores da operação saíram em carreata em 15 Estados pedindo a prorrogação da força-tarefa. Os manifestantes distribuíram panfletos com a inscrição “Aras, inimigo da Lava Jato”.

Em comemoração ao 7 de setembro, a deputada declarou que “nosso grito de independência veio com a Lava Jato”. Joice aproveitou também para criticar a gestão Bolsonaro. “Independência da corrupção e do PT e a eleição do que prometia ser a nova política. Ironicamente é o governo que sufoca esse grito, desmonta a Lava Jato, e se alia aos bandidos do centrão”, disse.

Tudo o que sabemos sobre:

Joice HasselmannLava JatoAugusto Aras