por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Jorge Picciani condenado a 21 anos de prisão

Equipe BR Político

O ex-presidente da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro, Jorge Picciani, foi condenado nesta quinta-feira, 28, a 21 anos de reclusão e pagamento de multa de R$ 11 milhões por corrupção, lavagem de dinheiro e organização criminosa. A sentença, proferida pelo TRF-2, também condenou outro ex-presidente da Alerj, Paulo Melo, a 12 anos de prisão e multa de R$ 7 milhões por corrupção e organização criminosa. Outro emedebista condenado nesta quinta foi Edson Albertassi, que foi sentenciado a 13 anos e multa de R$ 6 milhões pelos mesmos crimes de Picciani. As informações são do Estadão.

Tudo o que sabemos sobre:

Jorge piccianiPaulo MeloEdson Albertassi